15 fevereiro
2017

Bolsa protegida | Passe protetor solar

A bolsa de uma mulher sempre guarda itens pra lá de importantes para o dia a dia, como os documentos, os produtos básicos de beleza e, claro, o cartão Marisa. Com o seguro Bolsa Protegida, por exemplo, você ainda tem uma cobertura que reembolsa até 500 reais dos pertences furtados se o seu cartão Marisa segurado estiver lá dentro. Sensacional, né? Por falar nesse acessório tão feminino, algo que deve sempre estar ao alcance da mão ali é o protetor solar.

Andar por aí sem passar esse produto é deixar sua pele à mercê dos raios solares, que roubam sua juventude, beleza e saúde. O jeito é encarar a realidade e caprichar no uso dele.
Imagem-Conteudo_É importante se besuntar com o protetor, faça chuva ou sol. Isso porque a radiação solar continua incidindo mesmo quando o céu está nublado. Há dois tipos dessa radiação. Os chamados raios UVA são emitidos durante o dia inteiro, ou seja, até mesmo antes das 10h e das 17h, horários que muita gente acha que pode se expor ao astro-rei sem problemas. Ledo engano. Eles não queimam a pele como os UVB. Talvez por isso há quem se sinta à vontade para sair desprotegido no começo da manhã ou no final da tarde.

O problema é que os raios UVA penetram nas camadas mais profundas da pele, detonando as fibras de colágeno, as que dão sustentação ao tecido. Daí o envelhecimento precoce. Em outras palavras, abrem alas para as rugas. E o pior: a pessoa fica mais suscetível ao melanoma, o tipo mais agressivo de câncer cutâneo.

Por outro lado, os raios UVB incidem mais na Terra no verão. Eles são os culpados por aquele tom avermelhado que toma conta da pele quando a pessoa sai ao sol sem, adivinha, protetor. Também causam queimaduras e uma forma de tumor, o não melanoma, o mais comum quando o assunto é pele.

Como escolher o protetor? Bom, vale a pena se consultar com um dermatologista para saber qual é mais recomendado para sua pele. Outros fatores, como histórico de câncer cutâneo na família, devem ser levados em conta. E todo mundo tem de passar o produto, não importa a cor da pele. O fator de proteção solar, FPS, indicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia é 30. Leia o rótulo do protetor com atenção: ele deve bloquear os raios UVA e UVB. Passe em todas as áreas que ficam desprotegidas e reaplique conforme as instruções do fabricante. Além de tumores, você vai evitar manchas, rugas precoces e vai ter uma aparência mais jovem por anos e anos.
Imagem-Conteudo_(allposts)O registro desse plano na Susep não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização.

POSTS RELACIONADOS

Faça seu cadastro X

Faça seu cadastro agora e receba conteúdo de moda exclusivo.